Food Service e delivery: tendências e projeções para 2022

abr 8, 2022

Destaque para as entregas ultra rápidas!

É fato: o segmento de alimentação tem destaque entre tantos outros setores no Brasil. De tempos para cá, o formato delivery conquistou o seu espaço e ganhou a preferência de clientes por todo o país.

E mais: ambos cresceram ainda mais com as medidas de restrições por conta da pandemia. Para não terem que sair de casa, as pessoas optaram pelo sistema de entrega, que cumpriu muito bem o seu papel.

Neste contexto, podemos dizer que o avanço foi tão grande que foi capaz de mudar completamente o formato de atuação da maioria das empresas atuantes do setor gastronômico no Brasil. O mercado de delivery, que já era promissor, se tornou a principal escolha dos consumidores e empreendedores brasileiros.

Mas, você sabe quais as principais tendências do segmento de alimentação e delivery para 2022?

Embora as medidas de flexibilização da pandemia tenham sido implementadas com a vacinação dos brasileiros, a alta do delivery já é uma realidade atemporal. O hábito de “pedir comida” veio para ficar e vai muito além da tradicional pizza. 

Por isso, o melhor negócio é manter o sistema delivery nos estabelecimentos de alimentação. Para entender as tendências do setor de alimentação e delivery para 2022, temos que relembrar 2021.

2021

Após tantas restrições, o que o brasileiro mais quer é retomar suas atividades. Entre elas, talvez a principal seja poder comer na companhia de parentes e amigos – uma das atividades sociais mais buscadas pelos brasileiros.

E setor de alimentação e delivery pode comemorar. Conforme uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), o setor alimentício cresceu 184,2% entre os anos de 2009 e 2019 – sendo em torno de 11% ao ano, o que significa um valor acumulado de R$ 184,7 bilhões.

Passado o sofrido ano de 2020, quando as vendas de todos os segmentos caíram sobremaneira, 2021 foi decisivo, inclusive para a retomada do setor de alimentação. E ele não decepcionou, inclusive porque, com a continuidade da pandemia, esse era um dos poucos tipos de lazer disponíveis que chegavam dentro de casa. 

Segundo a ABIA, o segmento de food service fechou o ano com 27% de participação nas vendas totais da indústria de alimentos no mercado interno (R$ 173,3 bilhões) em 2021. Esse número equivale a 23,9% a mais do que o registrado no ano anterior, precedendo uma recuperação e boas expectativas para 2022.

2022

Ainda de acordo com a ABIA, o segmento de food service no Brasil crescerá, até o final de 2022, cerca de 28%. O setor de alimentação e delivery está preparado para aproveitar tudo o que o ano tem a oferecer.

E a tecnologia será uma forte aliada para os empreendedores. Isso porque suas ferramentas podem estar presentes em todas as etapas do food service – desde o recebimento dos pedidos, a gestão de caixa, preparação, até a entrega, com um app de delivery full service que permite o gerenciamento completo do negócio – como é o caso da O Burguês. 

Por sinal, o sistema delivery segue em alta, conforme falado anteriormente, e usar a tecnologia permite um controle que é cada vez mais essencial quando se quer um food service inteligente, com entregas ultra rápidas e clientes fidelizados.

Eficiência

Entre as principais tendências do setor de delivery para 2022, o destaque vai para a eficiência na entrega. E isso inclui acompanhar as mudanças culturais e os hábitos de consumo dos brasileiros. 

Uma das principais queixas dos usuários do delivery é o tempo de entrega. Por isso, a franqueadora O Burguês trabalha incansavelmente para cumprir o que promete: entregas ultra rápidas.

Uma inovação que promete alavancar as vendas do setor de alimentação de delivery é chamada de Quick Commerce. Esse conceito promete reduzir a distância entre o momento que o cliente faz a compra e o recebimento do produto em seu destino final. Nessa modalidade, o tempo de entrega é o protagonista das transações.

O objetivo de tornar o delivery cada vez mais eficiente é tornar a vida das pessoas ainda mais fácil, mostrando que nem sempre vale a pena sair de casa, enfrentar filas, pagar estacionamento etc. É possível utilizar um aplicativo e receber a refeição onde quer que o cliente esteja, fazendo o seu tempo valer sempre a pena.

Dados

Uma segunda tendência para 2022 é o uso de dados e inteligência artificial para a tomada das decisões relacionadas aos clientes. Cada vez mais é imprescindível atender as necessidades do consumidor, com soluções que gerem valor e ótima experiência de compra. O retorno é garantido.

É essencial se inteirar sobre o que as pessoas estão gostando mais de consumir e quais são os dias que ganham maior destaque para essa compra. Além disso, os dados ajudam a pensar em itens específicos para a necessidade dos clientes.

Por isso, investir em tecnologias que suportem a tomada de decisões baseadas em dados é primordial para quem trabalha com alimentação e delivery. É ideal estar atento, pois essas tendências só tendem a crescer e se intensificar nos próximos anos.

Outras tendências para o segmento em questão são: integração com os principais apps de delivery, suporte todos os dias, cardápio digital e por QR Code, monitoramento de pedidos, gestão, entregas agendadas, rotas automatizadas, entre outras ferramentas.

O delivery é uma opção eficiente para o setor de alimentação, e o modelo de negócio O Burguês é totalmente desenvolvido pensando nisso. É muito mais seguro para você que deseja investir no segmento de franquias, atuar com uma rede que já tem experiência com as principais tendências do mercado. Fale com nosso time de expansão! Acesse: https://bit.ly/3tDzvWf

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas atualizações?

Assine a nossa newsletter

Postagens recentes